Arquivo para fevereiro 2011

Os Anjos e os Signos   1 comment

 

Quando passamos a conhecer nosso signo, é importante sabermos que, existem protetores angelicais para cada signo, ajudando a definir uma maneira mais simples de encarar o mundo e suas complexas lições no caminho da evolução.
Mesmo que nos identifiquemos pessoalmente com vários anjos de signos diferente, é interessante podermos direcionar a atenção para o anjo ligado ao nosso signo.

 

Áries – 21/03 a 20/04

É regido pelo Arcanjo Samuel, considerado guerreiro. Por influência desse Arcanjo aqueles que pertencem a este signo são pioneiros, corajosos, líderes, tendo instinto de competição. Este ser de Luz ajuda a desenvolver os talentos naturais e a controlar as tendências egocêntricas do signo. Além do Arcanjo, os arianos são rodeados por anjos da proteção, da alegria, coragem e vitória

 

 

 

Touro – 21/04 a 20/05

A personalidade do taurino é marcada pela regência do Arcanjo Anael que estimula seus protegidos com o senso de segurança material, afetiva e familiar. Ajuda seus protegidos desse signo a controlar o apego aos bens materiais e às pessoas. Repassa forte senso de estética, criatividade, paciência. Com a influência desse Arcanjo, as pessoas desse signo conciliam os conflitos, senso materialista e os interesses espirituais. Favorece amor pelas artes e beleza. São rodeados também por anjos do amor e da natureza..

 

 

Gêmeos- 21/05 a 20/06

São regidos pelo Arcanjo Rafael que governa a inteligência e os trabalhos escritos. Este Arcanjo outorga aos nativos desse signo grande habilidade de expressar-se e facilidade de sair das situações complicadas. Canalizando os aspectos desse Arcanjo, os geminianos são positivos e sinceros, equilibrados, flexíveis e conseguem um grande número de amigos. Através das amizades as pessoas desse signo conseguem progredir materialmente. São rodeados por anjos da cura, do progresso espiritual e da proteção..

 

 

Câncer – 21/06 a 21/07

O Arcanjo Gabriel protege os nativos de Câncer determinando que façam mais uso da emoção, que da razão pura e simples. O coração, para as pessoas desse signo, tem prioridade na decisão de um problema. Outra característica que o Arcanjo Gabriel outorga aos nativos deste signo é a intuição, chegando até parecem adivinhos. Quando os cancerianos canalizam o aspecto angélico, atingem um elevado nível de paranormalidade, com destaque para a clarividência. Quando não conseguem, podem tornar-se irritadiços, indecisos, tendendo a devaneios e hipersensibilidade. São rodeados por anjos da intuição, nascimento e visão espiritual..

 

Leão- 22/07 a 22/08

Regido pelos exércitos do Arcanjo Miguel, sobre a influência do Sol. Sob a proteção desse Arcanjo, os nativos de Leão têm a possibilidade de alcançar seu maior sonho: o poder. Isto porque a energia desse Arcanjo dota as pessoas desse signo com um instinto de liderança que sobrepuja os demais signos. A maior lição que os nativos de leão devem aprender com seu anjo é serem pacientes, deixarem de ser ansiosos por dominar situações e ambiente, podendo isso ser prejudicial a sua saúde. Exercícios físicos e alimentação devem ser lavadas a sério, pois o coração do leonino é seu órgão mais sensível, podendo sofrer se não for bem cuidado. São rodeados por anjos da coragem, vitória, poder e paixão..

 

Virgem – 23/08 a 22/09

Os nativos de Virgem recebem do Arcanjo Rafael, a influência da inteligência crítica e raciocínio rápido. Em função dessa influencia as pessoas desse signo são reflexivos, gostam de ordem e de precisão em tudo o que realizam. Por influencia também desse Arcanjo, os virginianos se dedicam à medicina, tanto tradicional como alternativa, outorgando o impulso de servir e oferecer apoio. O Arcanjo Rafael dá um presente aos seus protegidos desse signo: trabalhar com o lado objetivo e subjetivo da vida ao mesmo tempo. Os que canalizam o lado positivo do signo, são humanistas, compreensivos, honestos, deixando de ser solitários e amargurados. Os nativos deste signo atraem anjos da cura, da inteligência e da iluminação..

 

Libra- 23/09 a 22/10

São regidos pelo Arcanjo Anael, que faz com que os nativos desse signo compartilhem de uma mesma e intensa necessidade: amar e serem amados. Como têm muito amor para dar, precisam que esse sentimento seja profundamente correspondido. É este Arcanjo que inspira o nativo deste signo o amor pela justiça. O Arcanjo Anael direciona as pessoas deste signo para as artes, tornando-os inclinados ao trabalho com música, poesia, artes plásticas, teatro, etc. Os nativos deste signo são rodeados por anjos do amor, da beleza e da harmonia..

 

 

Escorpião-23/10 a 21/11

O signo de Escorpião tem como protetor angelical o Arcanjo Azrael, que conduz os seus protegidos para os caminhos da busca espiritual. Este Arcanjo governa a vida nos planos espirituais, o subconsciente a transmutação e vários assuntos ligados a heranças. Dota os nativos deste signo de um nível energético extraordinário, caráter firme, enorme vontade e muita determinação. As pessoas deste signo são prudentes, mas não conhecem a hesitação e mergulham fundo na meta predeterminada só parando quando alcançam o objetivo. São guiados pelos anjos guerreiros, incentivadores e transmutadores de energia..

 

 

Sagitário – 22/11 a 21/12

Os sagitarianos são regidos pelo Arcanjo Saquiel, que governa assuntos ligados ao prestígio e a fama, favorecendo também a vitória nos esportes. Este Arcanjo concede aos seus protegidos o dom de falar várias línguas e amor pelas viagens. As pessoas deste signo recebem do seu protetor angelical a capacidade da síntese. Conseguem analisar rapidamente as situações e fazer um resumo dela com grande precisão. Os nativos deste signo são rodeados pelos anjos da vitória, natureza, clarividência e conhecimento..

 

 

Capricórnio-22/12 a 20/01

O Arcanjo Cassiel é o regente deste signo. Ele leva seus protegidos a ter consciência do mundo material dando estabilidade nesta área. Este Arcanjo trabalha com problemas de vidas passadas não resolvidas. Outorga aos seus protegidos disciplina, responsabilidade, fazendo com que os mesmo, muitas vezes escondam seus sentimentos disciplinadamente. A maior lição que devem aprender do seu protetor angélico é aprender a autoconfiança. Os nativos deste signo são rodeados pelos anjos do progresso espiritual, autodisciplina e destino..

 

 

Aquario – 21/01 a 19/02

Este signo é regido pelo Arcanjo Uriel, que governa os assuntos ligados à magia, realização de milagres e as mudanças súbitas. Este Arcanjo é senhor da boa sorte e da graça. Traz o presente inesperado no momento oportuno, provocando mudanças positivas na vida dos seus protegidos. A lição que devem aprender com seu protetor é que nasceram para o serviço divino a ser prestado à humanidade. Os nativos deste signo estão ligados ao signo da evolução do homem regida pela paz, amor e compreensão. São rodeados pelos anjos dos milagres, da liberdade e progresso em grupo..

 

 

Peixes- 20/02 a 20/03

Este signo é regido pelo Arcanjo Asariel, que governa o mar, as águas, e o mundo emocional, as profecias e a inspiração. Este Arcanjo infunde em seus protegidos a caridade e a compaixão. Por esta razão os nativos de Peixes têm convicção de que nasceram para ideais elevados e procuram pautar suas vidas por eles. A maior lição que recebe do seu anjo é aprender a vencer o impulso dual de seu próprio caráter. Os nativos deste signo são rodeados pelos anjos da devoção, da oração, da paranormalidade e da salvação..

 

 

 

Léa Cristina Ximenes

Facilitaora Universalista

E-mail: ximenes.andrade@gmail.com

Skype: lea.seraphisbey

Telefone: (13) 3477 9813

Comente e compartilhe!

Fonte: seraphisbey multiplay
Anúncios

Publicado 21/02/2011 por leoacristica em Consciência

O Que É Um Japamala?   1 comment

“Japa” é uma palavra em sânscrito que vem da raiz verbal “jap”, que significa “murmurar, sussurrar”.

“Japa” é a prática feita pelos yogis na repetição em tom de murmúrio de mantras, de passagens das escrituras, ou do nome de uma divindade.

A repetição destes mantras, o “Japa”, é uma “corrente”, um “cordão de energia”.

Mala é uma palavra de vários significados em sânscrito, porém neste caso, ela quer dizer, apenas, “cordão de contas”.

Temos então duas correntes, uma espiritual, “Japa” e outra material, “Mala”. Assim, as energias espirituais invocadas “Japa”, energizam o “Mala”.

Geralmente, o “mala”, utilizado para o “japa”, “murmurar”, contém 108 contas.

Um Mala pode conter contas que também formam divisões de 108, de modo que o mesmo cálculo possa ser mantido.

Chegar ao “Meru”, a conta central no mala, mostra que você fez o seu “japa” por 108 vezes. Completar o circuito de 108 mantras é um passo a mais no caminho da elevação espiritual. Cada Volta realizada no “Mala”, é um degrau na escada para a união com o éter divino.

Um “mala” estimula seu usuário a fazer os “japas” diariamente.

POR QUE USAR UM MALA ?

O Mala é utilizado para contar mantras em grupos de 108 repetições.

A palavra mantra vem do sânscrito, “man” que significa “mente” ou “pensamento” e “tra” significa “proteger” “socorrer”. Assim, mantra quer dizer : proteger nossas mentes de maus pensamentos.

Os mantras são um meio de comunicação espiritual das religiões hindu e budista. Um mantra sagrado é normalmente entoado em sânscrito. Quem entoa mantras busca a intercessão espiritual. Uma forma de orar repetidamente, a fim de magnetizar as energias de uma determinada divindade.

O mantra essencial é a sílaba sagrada OM, que significa Ômega.
Ômega é a energia feminina da Mãe Divina. Quando entoamos o OM, estamos manifestando a vontade de trazer para a matéria, a energia da palavra ou frase seguinte.
Por exemplo: OM VISHNU OM, Significa que estamos dizendo que queremos a intercessão de Vishnu em nossas vidas.
Vishnu é responsável pela instrução e compreensão dos mistérios da vida, dizer seu nome somado a um OM, traz sabedoria para quem o faz. OM SHIVA OM, traz o poder purificador e protetor de Shiva para quem o entoar.

Praticamente todas as religiões entoam alguma forma de oração para a comunhão espiritual com seres mais elevados.

Mantra é formado por palavras em sânscrito com poderes para elevar a consciência, promover a cura, solucionar problemas, conseguir proteção e direção espiritual, manifestar desejos e muito mais.

Entoar mantras é uma forma de meditação. Uma pessoa entoa mantras repetidas vezes, em murmúrio ou em alto tom. A mente focaliza-se no conteúdo do mantra e os pensamentos tornam-se positivos e poderosos, a respiração deve ser lenta e profunda.

USANDO UM MALA

Segurando o seu cordão de contas, o “Japa Mala”, na mão direita, deixe que ele escorregar sobre o dedo do meio (o dedo do céu, o dedo mais longo). O dedo indicador não deve tocar as contas, ficando estendido durante todo o período da entoação dos mantras, o “japa”.

Comece sempre pela conta seguinte à grande conta, o “meru”, que significa “montanha”, e não deve ser contado, nem tocado pelo dedo do polegar, o Meru é apenas o ponto inicial e final da contagem das contas.

Puxe as contas de seu Mala sempre em sua direção, uma a uma, entre seu dedo polegar e o dedo do meio, usando seu polegar para “contar” e puxar cada conta, puxando levemente, enquanto recita o mantra escolhido, e movendo para a próxima conta, até completar a série de 108 contas de seu mala, entoando seu mantra escolhido, por 108 vezes seguidas, ou mais.

Uma conta é puxada por cada repetição do mantra.

O polegar representa seu chakra da garganta e o dedo do meio representa o éter divino no chakra do coração. Assim, como estamos nos comunicando com seres elevados do plano etéreo, este mudra aumentará nosso poder de comunicação espiritual.

Mantenha a mente firme prestando a atenção em sua respiração, nas contas e em seu mantra.

Enquanto puxa uma conta, inale, entoe o mantra “OM NAMAH SHIVAYA”, enquanto exala. Um Mala foi feito para ser utilizado em harmonia e com muita calma e firmeza em suas palavras.

Uma vez que você alcance o Meru, caso queira continuar mais 108 vezes, não o ultrapasse. O Meru é a conta estática do Mala.

Vire as contas ao redor e continue na direção inversa. Isto se faz necessário por que quando puxamos as contas ganhamos um espaço entre elas, assim juntamos as contas que ficaram para trás, se formos em frente pelo caminho que começamos, encontraremos as contas muito juntas do outro lado do Meru, e o polegar não poderá fazer o “mudra da riqueza espiritual”, que toca estes dois dedos a cada puxada.

O Japa Malas pode ajudá-lo a tirar a tensão, a ansiedade, o medo e levará você a atingir níveis mais altos de consciência e realização espiritual.

A utilização de Japa Malas aumenta a felicidade e a capacidade de meditação. As contas de Japa dão mais foco e maior determinação a quem às utiliza.

Um mala pode ser um colar ou uma pulseira. A pulseira deve ter 27 contas, que precisarão ser contadas por 4 vezes para completar 108.

O PODER DE UM MALA

Seu Mala pode ser imantado com o poder de “Japa”de seu mantra, para isso você precisará praticar todos os dias, por pelo menos 40 dias seguidos. Após 108 dias o mala ficará carregado da energia do poder do mantra entoado/ murmurado/ meditado, e você poderá colocá-lo ligeiramente sobre si ou em outros, para transmitir a energia do mantra, armazenada na mandala de luz, formada em seu Mala.

O ideal seria utilizar um Mala para cada mantra. Quando utilizar o seu mala com um novo mantra, a energia do novo mantra começará a substituir a energia do mantra anterior, então é recomendado usar um novo mala com cada mantra, se possível, é claro.

Outra boa idéia é ter um Mala para cada raio. Cada um dos sete principais chakras carrega as energias de uma das sete principais consciências de Deus.

Quando não estiver utilizando seu mala, guarde-o em um lugar limpo e sagrado. O melhor lugar para guarda-lo é sobre um altar pessoal ou sobre uma estatueta sagrada de uma divindade.

O mala é utilizado para que uma pessoa possa pensar sobre o significado do mantra e de suas palavras enquanto entoa, sem ter a necessidade de ficar contando as vezes que entoa.

UMA TRADIÇÃO EM VÁRIAS RELIGIÕES

Os maometanos também têm um “mala” que se chama “tasbi”, eles mantém nas mãos enquanto repetem suas orações. Rolam as contas entre os dedos enquanto repetem o nome de Allah.

Os cristãos têm seu “terço” nas mãos, enquanto fazem suas orações diárias. Conta-se que a palavra “rosário”, que tem semelhanças óbvias ao mala, veio do tradicional “Japa Mala” hindu. Quando exploradores romanos vieram na Índia e conheceram o mala, eles ouviram ” jap mala” em vez de “japa Mala”. “Jap” significa “rosa” e um mala então, foi levado ao Império romano como “rosarium”. O rosário possui 50 contas separadas de dez em dez por outra de maior tamanho, e seus extremos se unem em uma cruz. Totalizando 54 contas (a metade do rosário oriental de 108 contas).

Os Hindus, quando decidem fazer um mantra por mais de 108 vezes, colocam um grão de arroz para cada 108 vezes, dentro de uma tigela. Toda vez que chegam ao Meru, tiram um grão de arroz da tigela.

No Budismo Tibetano, é comum a utilização de malas maiores, por exemplo de 111 contas. Eles contam um mala como 100 contas e 11 extras para compensar possíveis erros cometidos pelo caminho.

No Budismo, a utilização do Mala pode ser feita com qualquer uma das mãos e os dedos também podem ser outros, dependendo da vontade de cada um. o que conta mesmo é a repetição dos mantras.

A tradição islâmica, trabalha com um rosário de 99 contas. O rosário se divide em três séries de 33 contas, cada uma delas representa um mundo. Conta-se que a conta faltante para completar a centésima, só se encontra no Paraíso.

Uma grande variedade de materiais são usados para fazer contas de mala. Na tradição budista tibetana indicam o uso de osso (animal, a maioria comumente de boi) ou às vezes humano, os ossos de Lamas falecidos, são de grande valor.

MALA DE OSSOS HUMANOS SAGRADOS DO NEPAL

Mala Sagrado feito com 108 finas contas de ossos de crânio humano do Nepal. Estes são ossos de crânio de budista praticantes que já fizeram a passagem. Seu preço é elevado devido a sua raridade. O propósito deste Mala de Ossos é orar, recitar mantras e meditar em cortar o egoísmo, apegos fortes e cultivar uma consciência livre.

Outros usam madeira ou sementes da árvore Bodhi. Pedras semi-preciosas tal como coralina e ametista podem ser usados, também. O material muito utilizado é madeira de sândalo.

O SIGNIFICADO DO NUMERO 108 (Extraído do livro:”Razão de Viver”)

Entre os místicos é muito conhecido o extraordinário resultado de repetir um mantra, oração ou comando de luz, cento e oito vezes.

Cento e oito é o resultado de nove vezes o número doze.

O poder dos nove ou novena é prática antiga da religião católica. Porém, qual é a explicação deste poder?

Três é o poder da Chama Trina, ancorada no coração dos filhos e filhas de Deus.

É a chama do Poder, da Sabedoria e do Amor de Deus manifestando-se no homem; a trindade do Pai, do Filho, e do Espírito Santo.

Multiplicando o poder da chama da Trindade no coração, pelo poder da origem desta Chama Trina, no coração da Poderosa Presença do EU SOU individualizada, encontramos o resultado de três vezes três, o poder do numero nove. O numero do Espírito Santo.

Isto ocorre quando confirmamos a vontade de Deus na Terra, assim como Ele afirma no Céu. Assim, nove é o número da manifestação do plano divino. Não é de se admirar que as mulheres tenham seus filhos aos nove meses de gestação.

E o número doze? Vejamos: doze foram os apóstolos de Jesus.

Doze são os meses do ano e também doze são as legiões de anjos. Jesus disse a Pilatos: – “Você pensa que eu não posso chamar meu Pai e Ele mandaria imediatamente doze legiões de anjos para me salvar?”.

O relógio marca doze horas. O chakra do coração tem doze pétalas significando doze vibrações únicas que são como doze chaves para as doze portas da cidade celestial. Doze são os signos do zodíaco.

Existem doze hierarquias celestiais, cada uma referente a um signo zodiacal. Elas carregam, mantêm e seguram à disposição da humanidade, as doze virtudes de Deus que são: poder, amor, mestria, controle, obediência, sabedoria, harmonia, gratidão, justiça, realidade, visão e vitória divina.

Doze são os raios de Deus, sendo sete conhecidos e cinco raios secretos. Temos doze chakras, sendo também cinco secretos. Doze são os frutos da Árvore da Vida.

Assim, grande é o poder dos 108, pois ele representa a multiplicação dos poderes de nove por doze (9 x 12 = 108). Isto é a confirmação da vontade de Deus nos 12 raios da consciência divina manifestados na Terra.

Léa Cristina Ximenes
Terapeuta Facilitadora Universalista

E-mail: ximenes.andrade@gmail.com
Skype: lea.seraphisbey
Telefone: (13) 3477 9813

Participe e compartilhe!

Fonte: Copyright © Grande Fraternidade Branca

Publicado 21/02/2011 por leoacristica em Consciência

Etiquetado com , , , , , , , ,

Walk-In – Os Entrantes   Leave a comment

Hoje lhes trouxe um tema muito interessante e bastante abordado por meus leitores. Entretanto, antes de iniciar a matéria, gostaria de fazer uma observação sobre as eleições americanas. Acho que a grande maioria das pessoas, ainda que não conheça profundamente o tema, já leu sobre as conspirações americanas (entre outras), Echelon, área 51, matrix, segredos ocultados a sete chaves do povo, governo oculto, etc…

Pois bem, esta eleição não passou de mais uma grande conspiração da indústria bélica e farmacêutica. Agora, quais os únicos interesses destes segmentos?! Vender armas e medicamentos. Armas são usadas em guerras e estas são ‘fabricadas’ para render poder e muito dinheiro. A AIDS, a Ébola, entre outras armas biológicas, foram construídas em Chicago. O AZT, a bomba anti-aids, é na realidade o grande destruidor de células que faz as doenças se manifestarem, gerando bilhões de dólares de lucros permanentes.

E o avião que caiu no Pentágono? Nenhum destroço foi encontrado.
Muito provavelmente o avião foi destruído em outro lugar e se simulou um atentado. Para mim e para muitos outros, o próprio Bush promoveu o atentado de 11/9, bem como colaborou com o recente atentado às crianças russas em Beslan, aliando-se ao presidente russo Putin.
França e Alemanha, fortes opositoras do ‘pacto negro’, estão sob a mira das grandes potências do mal.
Vocês não acharam um tanto patética a estratégia usada supostamente por Bin Laden, aparecendo nas telas de TV bem na véspera da eleição, avisando nas entrelinhas: ”Oi pessoal!! Estou vivo e sou uma ameaça. Se não votarem no Bush correm perigo”!!!
Claro que Bush virou herói, defensor da pátria contra o terrorismo, armado por ele mesmo.
É uma vergonha o tipo de votação que existe num país tecnologicamente avançado como os EUA, só cabendo a resposta de que é justamente assim para que se possam roubar melhor os votos.

Enfim, por tudo que recebi ao longo destes anos todos, vejo que Bush é um dos anticristos que levará “Roma” à queda, como fez Nero. Micro-chips sendo implantados como ‘ajuda científica’, nada mais representam do que a famosa “marca da besta” que consta na própria Bíblia e em tantas outras profecias. Estamos dentro da Matrix, sendo cada vez mais controlados, monitorados e teleguiados.

Acordem e digam não!
Estão para levar nossa Amazônia e nossas riquezas estão sendo roubadas. O povo brasileiro que vive de pão e circo, como na antiga Roma, não foi ensinado a pensar e é por este motivo que a educação não é interessante que chegue aos países em desenvolvimento, eternas colônias de grandes potências.

Vamos iniciar o tema de hoje.
Este termo, Walk-In, é usado para designar a troca de uma individualidade em seus diversos níveis. É usado nos casos em que a Mônada já absorveu a alma e os demais núcleos de consciência inframonádicos. Esta é a transmutação monádica.
Também pode ocorrer naqueles seres em que a individualidade é composta de núcleos ainda não integrados entre si.

Este processo é conhecido desde os tempos antigos por parte dos ocultistas. No livro DAS LUKAS-EVANGELIUM, Rudolf Steiner (1861-1925) afirma: “Ocorre, por exemplo, que chegando à certa etapa de sua evolução uma individualidade necessite de condições distintas das que lhe foram dadas inicialmente. Pode suceder então que um ser humano, ao atingir determinada idade, de repente desmaie e pareça ter morrido. Nesses casos, produz-se uma transformação: o Eu abandona os corpos e outro Eu toma seu lugar”. Steiner complementa: “semelhante permuta de Eu produz-se também em outros casos; é fenômeno conhecido de todo ocultista. O mestre tibetano Djal Kwul (D.K.), disse para Helena Blavastsky em 1920, que esse fenômeno é chamado de ‘Obsessão Divina’, o qual, segundo ele, seria cada vez mais comum nos anos vindouros”.
Disse D.K., que na “Obsessão Divina”, o indivíduo coopera voluntariamente com Aquele ser que procura inspirar ou ocupar veículos inferiores a ele, com o objetivo de ajudar a humanidade. Quanto mais a raça humana desenvolver a continuidade de consciência entre o físico e o emocional e mais tarde o mental, mais esse processo será freqüente e compreendido”.

Ruth Montgomery apresenta casos de walk-ins conhecidos, como Moisés e Lot, Enoch e Melquizedec do antigo Testamento; José do Novo Testamento; Cristóvão Colombo; Benjamim Franklin; George Washington; Thomas Jefferson; Abraham Lincon; Ghandi e outros que tiveram uma transformação total durante suas vidas, tendo tido suas individualidades substituídas por uma mais avançada, para contribuir profundamente no desenvolvimento da Terra.

O walk-in é sempre mais desenvolvido que o walk-out (o substituído) e seu trabalho evolutivo reflete no corpo que encarnar, inclusive ajudando na resolução de carmas.
Os walk-ins estão encarnados por todo o planeta.
Tantos relatos ilustram o que o ensinamento esotérico vem difundindo, que a lei da morte e renascimento começa a ser transcendida. Por esses meios pode se vir ao mundo sem passar pelo longo processo do reencarne.
Entretanto, é na transmutação monádica, que a lei de morte é transcendida por completo: a individualidade libera-se do que foram os átomos permanentes e desfaz os vínculos materiais. Nestes casos, a Mônada encarnante tem a possibilidade de transcender a lei do nascimento físico, se já não o houver feito antes.

Há casos em que a individualidade apenas faz “empréstimos” de seus corpos por um período que pode ser até o final da encarnação. Nesse caso a alma permanece dependente dos elos materiais, ligada aos átomos permanentes. Apenas pessoas muito atentas e despertas – ou videntes – podem identificar esse processo. Eu mesma tive essa experiência com um amigo com quem eu trabalhava em processos de cura (e que já se foi), alterando em muito o seu quadro familiar e do próprio trabalho.

Mesmo sendo uma entidade mais desenvolvida que ocupe o corpo, há de se assinalar que os transtornos emocionais que podem acompanhar o processo são, por vezes, inevitáveis e sem real compreensão dos envolvidos.
Para encerrar, vamos citar Goethe, que em sua sabedoria, disse: “Um homem não chega a compreender coisa alguma, a menos que a ame”.

Muita luz!

Vera Helena Tanze – 5/11/2004

Léa Cristina Ximenes

Facilitadora Universalista

E-mail: ximenes.andrade@gmail.com

Skype: lea.seraphisbey

Telefone: (13) 3477 9813

Publicado 15/02/2011 por leoacristica em Consciência

Etiquetado com , , , , ,

*Uma Parábola* de Arcanjo Ariel   1 comment

Imaginem um pequeno aquário (feito de vidro espelhado por dentro) encerrado dentro de um outro aquário , maior. Os peixes que estão no aquário maior podem ver o que acontece dentro do aquário menor, mas os peixes que estão no aquário menor não podem ver além dele.
O aquário menor é a única realidade desses seres. Imagine que o aquário maior contém água salgada e anémonas, caranguejos e todas as espécies de peixes extraordinários. O aquário menor contém água doce e peixinhos dourados.

O vidro do aquário menor está ficando cada vez mais fino. Pequenas quantidades de água salgada estão se infiltrando por suas paredes e os peixinhos dourados são forçados a desenvolver-se muito rapidamente para poder adaptar-se a essa mudança ambiental. À medida que as paredes se tornam mais finas, os peixinhos dourados começam a perceber vagamente os seres do aquário maior. Alguns
peixinhos dourados encaram os outros peixes como inimigos e procuram a todo o custo defender seu aquário de uma invasão iminente. Eles vêem nas anémonas o Mal e acusam os outros peixinhos dourados de serem ‘’influenciados pelas anémonas’’. Esses peixinhos dourados escondem o medo que sentem, criando um clima de terror à sua volta.

Alguns peixinhos dourados concluem que os peixes do aquário maior estiveram controlando o aquário deles o tempo todo. Eles consideram a si mesmos, e a todos os outros peixinhos dourados, pobres vítimas. Supõem que as criaturas que vivem do outro lado daparede de vidro os mantiveram no aquário menor com o propósito
único de algum dia devorá-los. À medida que as paredes do aquário menor se desfazem, eles se sentem cada vez mais aterrorizados.
Alguns dos peixinhos dourados vêem os peixes do outro lado das paredes de vidro como seres sagrados, superiores e todo poderoso.
Esses peixinhos abrem mão do seu poder interior e, confusos, oscilam entre o sentimento de terem sido especialmente eleitos e o sentimento de completa inutilidade. Procuram interpretar as mensagens ocultas de seus ‘’mestres’’ e fundamentam suas acções e crenças nessas mensagens. Nadam de um lado para outro no pequeno aquário, criando com isso muita agitação sem nenhum efeito
duradouro.

Outros peixinhos dourados vêem os seres do aquário maior como irmãos e ficam maravilhados diante das variações milagrosas usadas pelo ‘’Grande Peixe’’ para se expressar. Esses peixinhos dourados sabem que a evolução de sua espécie, a dissolução do aquário e até mesmo as reacções de medo, o desespero e o sentimento de inutilidade dos outros peixinhos dourados fazem parte das barbatanas do ‘’Grande Peixe’’. Eles seguem o Espírito do Grande Peixe em cada brânquia e em cada barbatana. Entram em êxtase enquanto se preparam para nadar em águas mais profundas.

A bolha holográfica está, portanto, dissolvendo-se, causando às vezes tantas fusões de paralelos que chegam à razão de dezenas de milhares por minuto. O tempo linear está acabando enquanto evolui para uma estrutura de tempo simultâneo (o AGORA Infinito) . O espaço linear está se expandindo enquanto evolui para o espaço simultâneo (a Presença Infinita).
As fusões de paralelos são com frequência muito perturbadoras – muita vertigem, tremores, lampejos de visão e sensações de descontinuidade. Com base no conhecimento de que as fusões de paralelos ocorridas em meados de outubro de 1994 iriam alterar os níveis do Corpo de Luz das pessoas e que essas fusões poderiam ser tão fortes a ponto de rebentar a bolha, foi realizado um experimento.

Estimulamos as complexas ondas das estruturas subatómicas para que recebessem as ondas de uma dimensão superior. Isso levou os movimentos das ondas subatómicas em paralelos separados a entrar em sintonia com padrões controláveis de interferência. O resultado foi um leve aumento na Luz manifesta e uma pequena supressão das descontinuidades abrasivas. A bolha holográfica não se desestabilizou, na verdade se fortaleceu. Isso quer dizer que o colapso final será muito mais brando.
Sincronizaremos as ondas complexas desta realidade com as ondas do plano astral mais elevado e depois com as das dimensões superiores. As transições dimensionais terão menos impacto e serão consideradas, na maioria das vezes, como experiências oníricas. Não obstante, achamos que todos perceberão a mudança.
Em meados de outubro, sem a dramaticidade usual, a maioria dos Obreiros da Luz passou para o Corpo de Luz de décimo nível e a totalidade da população passou para o oitavo nível. Muitos de vocês (inclusive Tachi-ren) reclamaram da ausência de fogos de artifício por ocasião dessa mudança. Nós também queremos que as pessoas percebam o que está ocorrendo. Apesar de termos como principal interesse não desestabilizar permaturamente a bolha, procuraremos tornar a experiência mais forte nas fusões futuras.

Como o Espírito está lhes colocando numa nova posição com respeito à ascensão, muitos estão sentindo que concluíram sua missão neste plano. Deixem que os velhos modelos e fórmulas se desprendam livremente. Um novo padrão está em desenvolvimento.
Vocês talvez sintam que têm mais facilidade para se expressar ou que precisam ser mais criativos. Existem duas canções viajando pelas ondas sonoras que resumem o que a maioria das pessoas está sentindo: ‘’Tudo o que eu quero é me divertir um pouco, e acho que não sou o único’’ e ‘’Comece agora – não espere até amanhã!’’
A que espécie de peixe vocês pertencem? À que se ocupa em combater o ‘’inimigo’’? Empunharam a espada de Luz e estão em nome da justiça combatendo os planos secretos do governo, as forças obscuras e ocultas? É essa realmente a visão que vocês têm do Paraíso na Terra? Estão preocupados com a possibilidade de os extraterrestres dominarem o planeta? Vocês concordam com as visões da realidade segundo as quais os seres humanos são vítimas incautas ou uma simples fonte colonizada de recursos alimentares?

Como essa visão se coaduna com a idéia de que toda pessoa é um mestre, amplo e multidimensional? Terão vocês substituído a ligação com o próprio Espírito por uma ligação com algum guru, mestre ascencionado ou entidade canalizada? O universo inteiro se reorganizará para acomodar as visões que vocês têm da realidade. O
que vocês querem – realmente? O Espírito de vocês está mudando de postura com respeito à ascensão. Deixem que a graça da transfiguração inunde a alma de vocês. Sigam seu próprio Espírito querido, a cada lufada de ar que inspiram e a cada passo que dão.

Vivam o Paraíso.

Léa Cristina Ximenes 

Facilitadora Universalista

E-mail: ximenes.andrade@gmail.com

Skype: lea.seraphisbey

Telefone: (13) 3477 9812


Canalização dada à Tashira Tachi-Ren por Arcanjo Ariel.
Prólogo do livro “O Que É Corpo de Luz”.
Baixe o arquivo e leia este lindo livro!
O Que é Corpo de Luz.pdf

Publicado 15/02/2011 por leoacristica em Fraternidade Branca

Aspectos Divinos da Chama Violeta   Leave a comment

Fogo Sagrado da Purificação

Para chegar à “estatura” de um Mestre, é indispensável ao homem o aperfeiçoamento espiritual e o cultivo do Ser Trino. Para esta finalidade, foi introduzido o CICLO CÓSMICO de 2.000 anos e mantido até os dias de hoje.

No começo de cada Ciclo a Lei Cósmica permite a encarnação de um Avatar: um Canal puro através do qual flui a puríssima natureza do Raio para efetuar a corporificação da nova Religião.
Anteriormente, vivemos a Era de Carneiro onde, com a tradição judaica, tivemos a oportunidade de compreender DEUS/PAI (o DEUS PESSOAL INDIVIDUALIZADO) – Moisés – “EU SOU O QUE EU SOU”).
Depois, vivemos a Era de Peixes, onde compreendemos DEUS como Filho – Jesus.
Presentemente, vivemos a Era de Aquário, onde compreendemos a energia do Espírito Santo e o domínio da mesma, através da PERFEITA POLARIDADE DOS PRINCÍPIOS MASCULINO E FEMININO DO UNIVERSO – Espírito (Céu) / Matéria (Terra).

Espírito Santo

É a Energia do Amor intenso, cuja ação transmuta, ou seja, ao fluir através de nós, essa Energia pode recriar-nos à Imagem do Eu verdadeiro.
Assim como Jesus abriu-nos a porta para a realização da Consciência Crística – Era de Peixes – Mestre Saint Germain inicia-nos na senda da libertação da alma através do Fogo Sagrado do Espírito Santo – a Chama Violeta.
Do mesmo modo que a LUZ DO SOL ao passar através de um prisma se refrata e decompõe-se no arco-íris dos Sete Raios, também na Consciência (Essência) do Espírito Santo a Luz do Cristo é refratada para uso no plano material – os Sete Raios.

A Chama Violeta: * É a Energia da Liberdade, da Misericórdia, do Perdão e da Transmutação (transmutar = alterar: a forma, a aparência ou a natureza. Os Alquimistas Medievais usaram este termo quando tentavam transmutar metais vis em ouro, separando o “sutil” do “bruto” por meio do calor).
* É uma emanação tangível de Fogo Espiritual que “dissolve os elementos” do nosso subconsciente (metais vis) “com um calor fervente” – Alquimia
* Penetra nos menores detalhes da mente e da memória (nos registros subconscientes das inúmeras encarnações de uma Emanação de Vida na Terra) – “Varre a poeira dos séculos”.
* É inteligente, luminosa e dirigida pela MENTE DE DEUS.
* Com toda a minúcia, liberta as energias, elétron por elétron, dos nossos abusos passados do Fogo Sagrado, restaurando, assim, o recurso natural da Luz Interna.
* É o antídoto que dissolve os enganos da falsa identidade (ilusões humanas), até mesmo as leis da velhice e da morte.
* Não destrói; liberta átomos e moléculas do espesso revestimento de imperfeição humana e restabelece a PERFEIÇÃO DIVINA da Alma e o seu desejo original de integridade.
* É o cumprimento da profecia: “Embora os seus pecados sejam como escarlate, serão brancos como a neve; embora sejam vermelhos como carmesim, serão como lã”.

Estamos constantemente a qualificar a Energia que recebemos da Divina Presença AYAM, gravando nela a impressão da nossa mente e coração, É assim que ocorre a densificação.
Temos preenchido os espaços entre os elétrons com discórdia, com falta de integridade, “mau karma”, “pecado”, etc…, conferindo-lhes opacidade, como se fosse uma cola astral pegajosa que impede o fluxo da LUZ DO MACROCOSMO DE DEUS para o microcosmo do homem, retardando o movimento dos elétrons.

Como acelerar nossos elétrons?
Removendo as impurezas acumuladas entre estes vastos espaços, usando as mesmas energias que nós corrompemos – as Energias do Espírito Santo.

Qualidades Divinas do Fogo Violeta

. Perdão: o Perdão é o Amor em ação. Um desejo profundo de ver todos os ASPECTOS DIVINOS sendo bem sucedidos em suas buscas para a plenitude de suas EXPERIÊNCIAS DIVINAS. A Lei do Perdão é a manifestação de total Unidade de Consciência e Reverência por toda a VIDA. Perdoar significa que tentamos compreender como as pessoas são motivadas a agir. É compreender o poder que o medo, a dúvida e os maus hábitos mentais tem sobre as pessoas. Também é compreender que a Luz do Cristo vive no coração das criaturas e pode penetrar e iluminar as suas mentes.

. Misericórdia e Compaixão: O Amor em ação deseja levar afeição para todos: indiscriminadamente. Isso acarreta uma bondade muito além daquela “justiça imparcial”. Há uma REALIDADE DIVINA que não julga nenhuma experiência. É o conhecimento de que todas as expressões, em todas as dimensões, estão e sempre estarão em UNIDADE COM DEUS.

. O Poder Rítmico da Invocação: o Amor em ação sabe que todos os sistemas viventes do UNIVERSO evoluem dentro de círculos, onde o momentum para tudo o que é feito dentro desses círculos é vital. Ritmo implica em uma aplicação fervorosa da LUZ DE DEUS de maneira regular. Todas as células, átomos e elétrons do UNIVERSO têm o desejo inato de realizar os sonhos de todos os que persistem com um MOTIVO DIVINO.

. Justiça: no Amor em ação do FOGO VIOLETA CÓSMICO está o retorno do Sagrado Cristo Interno, que perdoa e transmuta agora toda injustiça que foi contraída durante o reinado do ego humano, restaurando todos os aspectos da VIDA à Inocência Original de seu PLANO DIVINO.

. Transmutação: o Amor em ação deseja, também, desfazer completamente todo o desequilíbrio, porque tudo menor que o amor é temporário. Ele clareia o caminho para que o Fogo Violeta alcance os átomos e elétrons que estejam necessitando de purificação, acelerando suas órbitas e freqüências em direção ao PADRÃO DIVINO, a fim de expressá-lo. Uma vez que a forma etérica seja reconstituída, a manifestação física irá, automaticamente, apresentar-se segundo este PADRÃO DIVINO.

Fogo Sagrado da Transmutação

A Era de Aquário é o momento da compreensão da energia e do domínio da mesma no tempo e no espaço, através do perfeito equilíbrio das polaridades masculino/feminina do UNIVERSO – Espírito (Céu) e matéria (terra).
As línguas divididas de fogo que desceram sobre cada um dos discípulos no dia de Pentecostes são as CHAMAS-GÊMEAS de DEUS PAI/MÃE, que nos dão o impacto, a Energia e o controle do fluxo criativo.

Esta descida do Espírito Santo tem uma força tremenda. Ela é um amor intenso. E este amor em ação transmuta, isto é, ao fluir através de nós, essa Energia pode recriar-nos à Imagem do Eu Verdadeiro.
Do mesmo modo que Jesus constituiu a Porta Aberta para a realização da Consciência Crística, durante os 2.000 anos do Ciclo de Peixes, o Regente da Era de Aquário, o Mestre Ascensionado Saint Germain, vem ter conosco hoje para iniciar-nos na senda da Libertação da Alma, através do Fogo Sagrado do Espírito Santo, o qual nós denominamos: Chama Violeta!

A Chama Violeta é a Energia da LIBERDADE. O homem livre tem uma Luz Violeta inconfundível vibrando na sua aura. Conforme já citamos acima, contidas na Luz Violeta estão também as freqüências da misericórdia, perdão, transmutação, ritmo, invocação, diplomacia, organização, etc…
Ela é uma emanação tangível do Fogo Espiritual, que na verdade “dissolve” os “elementos” do nosso subconsciente.

É esta a forma adequada de desfazer problemas psicológicos, bloqueios emocionais e registros do passado. Não é necessário retornar ao passado, através da hipnose ou regressão. Projetem o Fogo Amoroso do Espírito Santo através dos vossos problemas e tudo começa a mudar através da alquimia da Chama Violeta da Transmutação.

O uso científico da Chama Violeta, nesta Era, é possível graças ao Mestre Ascensionado Saint Germain, que ofereceu o Fogo Violeta acumulado no Seu Coração (ao longo de vários milhares de anos), como Energia Luminosa, a fim de que nós pudéssemos pôr em prática a alquimia da autotransformação pelo Fogo Sagrado.

A Chama Violeta tem sempre sido usada nos Retiros Interiores da Fraternidade. Até a pouco tempo atrás, permaneceu reservada a uma minoria privilegiada – os Iniciados que mostraram merecê-la – membros de “sociedades secretas” ou nas “escolas de mistérios”.
Os primeiros alquimistas estudaram textos minuciosamente cifrados, à procura da pedra filosofal mística e mágica. Consideravam que valia a pena passar a vida inteira a decodificar o mistério desta “pedra” que simbolizava a “transmutação da natureza animal inferior, no mais alto e Divino”. Os alquimistas teosóficos exultavam com a visão de uma “Chama Secreta”. A tão cobiçada “pedra filosofal”, a pedra que não é pedra, não era física, mas sim Espiritual e criada a partir do Fogo!

Segundo criam os precursores neoplatônicos da alquimia medieval, tratava-se de um Fogo Sagrado auto-transformante, que conduziria a alma à níveis superiores e, simultaneamente, transmutaria os “elementos duros e refratários” do corpo humano em materiais mais luminosos e etéreos.

Nesta experiência sagrada, o alquimista tornar-se-ia “como deuses”, procurando alcançar aquilo a que um texto do séc. XVII chama “o ouro da sabedoria e não um metal vulgar”. O Fogo Sagrado, explica o mesmo texto, conduz (o alquimista) ao Fogo dos Deuses, pois eleva ao domínio do Espírito todas as características pesadas que se opõem as freqüências celestiais. A transmutação era, portanto, um processo espiritual que enaltecia a alma, até esta atingir um estado de Unidade com o Divino.

Agora, graças ao Mestre Ascenso Saint Germain, você pode também começar a experimentar a ação deste Fogo Sagrado – o Fogo Violeta – que passa através das páginas do registro subconsciente das suas encarnações na Terra. O Fogo Violeta é o Fogo Sagrado “secreto”. Ele penetra nos menores detalhes da sua mente, de suas emoções, memórias e corpo físico.

O Fogo Violeta penetra, percorre e, com grandes estalidos, “varre” a poeira dos séculos. Com toda a minúcia, a Chama – inteligente, luminosa, dirigida pela MENTE DE DEUS – liberta as energias, elétron por elétron, dos nossos abusos passados, restaurando assim o recurso natural da Luz Interior.
A Chama Violeta é o específico remédio do Espírito Santo, o antídoto que dissolve os enganos da falsa identidade.

Onde quer que esteja, você pode experimentar a ação da Chama Violeta percorrendo as suas veias, penetrando o sistema nervoso e o cérebro – atravessando as páginas de lembranças subconscientes com, talvez, milhares de anos. Quando invocado, o Fogo começa instantaneamente a desintegrar partículas indesejáveis de pensamentos, sentimentos, palavras e ações que podem estar preenchendo os vastos espaços entre os elétrons e o núcleo dos átomos com uma massa espessa, que pode ter a dureza do cimento ou ser pegajosa como o melaço.

Você pode sentir a Chama renovar as células do seu corpo, da sua mente e da sua alma.
A dupla ação do Fogo Sagrado, no centro do átomo e na Chama Violeta (que o rodeia exteriormente), estabelece um Campo de Força que faz desalojar as impurezas entre os elétrons. À medida que esta matéria vai sendo libertada, os elétrons começam a girar mais rapidamente em suas órbitas – e, devido à força centrífuga, as impurezas são lançadas na Chama Violeta. Ao entrar em contato com esta Essência Ígnea da Chama da Liberdade, as energias corrompidas são transmutadas e voltam à sua pureza original.

A Chama Violeta é o Vinho Espiritual do Perdão, a qualidade da Misericórdia que, como escreveu Shakespeare: “não se esgota”, que “cai como uma doce chuva do Céu, sobre o que está embaixo” – é duas vezes abençoada: “abençoa aquele que dá e aquele que recebe”.
Quando não permitimos esse FLUXO CÓSMICO, esse poderoso MOVIMENTO DO ESPÍRITO DE DEUS, perdemos a razão de ser da própria vida. É por isso que a Chama Violeta nos dá tão profundos sentimentos de alegria, leveza, esperança e frescura na vida. Ela restabelece o fluxo. E, com o restabelecimento do fluxo entre o macrocosmo e o microcosmo, tudo se passa como se as nuvens de depressão fossem dissolvidas pelo próprio Sol do nosso ser.

Quando o Espírito do homem flui no ESPÍRITO DE DEUS e o ESPÍRITO DE DEUS flui no Espírito do homem, dá-se um INTERCÂMBIO DIVINO – uma TRANSMUTAÇÃO CÓSMICA – e tanto DEUS como o homem partilham o sentimento de mútua dádiva e comunhão.
Todos os problemas da economia, da ecologia e do governo podem ser resolvidos, diz Saint Germain, “se durante escassos dez minutos por dia entrardes no mais fundo de vós próprios para ir ao encontro do vosso SER DIVINO, para meditar(*) e usar a Ciência da Palavra Falada recitando o “Mantra” do homem livre:

EU SOU UM SER DE FOGO VIOLETA
EU SOU A PUREZA QUE DEUS DESEJA!

“Este é o Meu Mantra, que vos ofereço para a vossa Iniciação na Era de Aquário”.

(*) A Meditação é o movimento mais profundo do nosso ser, que nos permite vivenciar DEUS em nós como Energia, como Luz, como uma Consciência que pode ser contatada e apropriada. A Energia como MANIFESTAÇÃO DE DEUS é o que mais nos interessa, ao analisarmos o ponto que ocupamos no tempo e no espaço. Estamos vivendo o momento da maior revolução até hoje conhecida.

“Há muitos anos que alguns de vós vêm ter Comigo com espanto e consternação por não fazerem progressos mais rápidos no Caminho Espiritual. É que, por qualquer razão, passaram por alto o SOLVENTE UNIVERSAL que é a Chama Violeta: não aplicaram devidamente e com o ritmo requerido. Neste Fogo Violeta havereis de encontrar o sonho do alquimista. Usai-o! Usai a Chama Violeta para vos ultrapassardes e superardes. Ela é a Lei da Transcendência. Vede do que Ela é capaz!”

Saint Germain

Decreto

Espiral Radiante de Chama Violeta, desce e arde agora em mim!
Espiral Radiante de Chama Violeta, libertas, liberta, liberta!

Radiante Chama Violeta, vem. Faz a Tua Luz irromper em mim!
Radiante Chama Violeta, vem. Despertar a Terra e libertá-la!

Resplendor da Chama Violeta, explode e arde agora em mim!
Resplendor da Chama Violeta, cresce, para que todos vejam!

Resplendor da Chama Violeta, da Clemência um posto cria aqui!
Resplendor da Chama Violeta, vem, todo o medo transmuta agora!

O uso do Fogo Violeta dissolve e transmuta energias imperfeitas quando é acompanhado de um pedido sincero de perdão de nossos próprios erros e os de outrem, equivalendo mesmo a um passe de mágica. Se apelamos à Lei do Perdão pelas faltas que cometemos, bem como pelas de nossos semelhantes, isso constituirá um grande benefício não só parra nós como para a Humanidade.

 

Léa Cristina Ximenes
Terapeuta Facilitadora Universalista

E-mail: ximenes.andrade@gmail.com
Skype: lea.seraphisbey
Telefone: (13) 34779813

Comente e compartilhe!

Nove Passos Para Pôr a Chama Violeta em Ação na Sua Vida   1 comment

A chama violeta é uma energia espiritual capaz de consumir energias negativas, libertando a energia divina aprisionada em nossos registros cármicos, em matrizes que construímos com base no mundo material. Quando essas energias aprisionadas em matrizes imperfeitas são libertadas, retornam a sua fonte original, ao nosso corpo causal.

A chama violeta é o fogo do Espírito Santo que contém as qualidades do perdão, da misericórdia, da alquimia, transmutação e liberdade.
O ensinamento sobre a chama violeta não é algo novo, criado recentemente. Ela sempre existiu e foi utilizada pela Grande Fraternidade Branca por milhares e milhares de anos. As civilizações da Lemúria e da Atlântida já faziam uso dela, mas, devido aos abusos que fizeram das leis sagradas, esse conhecimento foi retirado do planeta por decisão do Conselho Cósmico.

Saint Germain dirigiu-se ao Conselho Cósmico, pedindo que esse conhecimento fosse novamente disponibilizado para a humanidade. Após ceder parte da luz que acumulou em seu corpo causal, Saint Germain foi autorizado pelo Conselho Cósmico a revelar e divulgar o conhecimento e a aplicação da chama violeta. Além de ser o hierarca da era de Aquário e o seu patrocinador, ele também é o Chohan (Senhor) do Sétimo Raio.

O Arcanjo Zadkiel e a Arquéia Santa Ametista, como hierarcas do angélico, e os Elohim Arcturus e Vitória, como hierarcas do reino elemental, e outros mestres compõem a hierarquia celeste que trabalha com a energia da chama violeta.

Como utilizar decretos, orações e a chama violeta para fortalecer e purificar nossa aura e transformar nossa vida?

Antes de tudo, faça uma lista dos objetivos espirituais e materiais que deseja mudar em sua vida. Por exemplo: objetivos espirituais: ser mais amoroso(a), transmutar experiências dolorosas e/ou padrões psicológicos etc. Objetivos materiais: encontrar um novo emprego, dinheiro para terminar ou fazer um curso, afastar criminosos do seu bairro.

1. Reserve um tempo do dia para fazer os seus decretos de Chama Violeta
Ajuste o tempo que você tem disponível ou altere a sua rotina para incluir os decretos da chama violeta. Lembre-se de que isso deve se tornar um hábito, como tantos outros que temos, e deve ser feito com alegria e determinação.

2. Peça proteção antes de usar a Chama Violeta
Antes de iniciar sua sessão de decretos, faça uma invocação, pedindo aos mestres ascensos, anjos e elementais que venham ajudá-lo e protegê-lo em todos os momentos do seu dia. Os elementais, espíritos do fogo, do ar, da água e da terra, ficam muito felizes quando os chamamos para que nos ajudem a limpar nossa aura e o planeta com o fogo violeta.

A função dos decretos do Raio Azul é estabelecer um anel de proteção em torno de você e daqueles por quem você está decretando.

3. Inicie a sessão de Chama Violeta com uma invocação e um pedido pessoal:
No fim da mensagem baixe o arquivo para saber como proceder.

4. Inicie os decretos com um preâmbulo
O preâmbulo funciona como um convite, no qual nós, , pedimos aos seres que trabalham com a Chama Violeta, mestres ascensos e anjos, ajuda e orientação.

5. Comece seu decreto devagar e vá aumentando sua velocidade, à medida que aumentar o número das suas repetições.
No início, decrete devagar, colocando em cada palavra um amor intenso por Deus. À medida que memorizar o decreto, aumente a velocidade com que o faz, para obter uma energia mais poderosa em sua sessão de decretos.

6. Use sempre a visualização como suporte para o seu trabalho espiritual.
Nem todos conseguem ver a chama violeta em ação com os olhos físicos. Mas podemos fechar
nossos olhos e concentrarmo-nos no centro de energia entre as sobrancelhas, e tentar “vê-la” trabalhando através do nosso “olho interior”. Também devemos visualizar o que estamos pedindo para ser manifestado em nossa vida

7. Use a Chama Violeta diariamente.
Fazendo 15 minutos diários, o mínimo que os mestres pedem, ao fim de um ano, terá feito 91 horas; se fizer 60 minutos, terá feito 365 horas de chama violeta. Isso fará diferença não só para você, como para o planeta inteiro.

8. Use a Chama Violeta para curar os registros de vidas passadas
Inclua nos seus pedidos a transmutação dos registros cármicos, da sua casa, do seu bairro e do planeta.

9. Expanda a área de abrangência dos seus decretos
Visualize a chama violeta atuando em sua casa, no edifício onde mora, no seu bairro, na sua cidade etc.

Em um ditado, o Arcanjo Zadkiel, fala sobre o uso constante da chama violeta: “O maior passo que uma pessoa pode dar para o seu progresso individual é o uso constante da chama violeta. Ela é a panacéia para qualquer dúvida e medo. Os anjos da chama violeta vêm para junto de você. Mantendo as palmas das mãos estendidas, eles dirigem um feixe do raio violeta através dos seus quatro corpos inferiores e da sua aura. À medida que esse feixe atravessa o seu ser, ele vai vaporizando as condições negativas. Elas desaparecem literalmente do coração e da mente”.

Léa Cristina Ximenes
Terapeuta Holística Universalista

E-mail: ximenes.andrade@gmail.com
Skype: lea.seraphisbey
Telefone: (13) 3477 9813

Baixe o arquivo dos pedidos pessoais e deixe seu comentário!
Pedidos_Pessoaispdf.pdf

Publicado 04/02/2011 por leoacristica em Chama Violeta

A Chama Violeta…Uma Explicação   2 comments


A chama violeta é a essência de um dos “sete raios”.
Como um raio de sol passando através de um prisma é refratado nas sete cores do arco-íris, assim também a luz se manifesta nos sete raios.
Cada raio tem uma cor, freqüência e qualidade específica da consciência de Deus.
O raio violeta é conhecido como o sétimo raio. Quando você o invoca, em nome de Deus, ele desce como um raio de energia espiritual, explodindo numa chama espiritual, em seu coração, com as qualidades de misericórdia, perdão, justiça, liberdade e transmutação.

Saint Germain é conhecido como o Senhor do Sétimo Raio. Cada vez que oramos para ele, ele nos envia inúmeras dádivas do Espírito – alegria, diplomacia e criatividade. Ele pode inspirar-nos com as suas inovações na ciência, na literatura, na religião, no governo, na filosofia, na educação, na cura, na alquimia e em outros campos. Por quase setenta anos, Saint Germain

têm-nos preparado para entrar na era de Aquário, na era da paz, da liberdade e da iluminação. Apareceu para Guy Ballard no início de 1930, dando-lhe o primeiro ensinamento sobre a chama violeta.
A atuação da chama violeta se assemelha à do sabão. O sabão limpa a sujeira de nossas roupas pelo uso das cargas negativas e positivas dos átomos. Isso porque cada uma de suas moléculas tem dois lados: um lado que é atraído pela sujeira e um lado que é atraído pela água. O lado que prefere a sujeira atrai a sujeira, como um imã atrai um clipe de papel, arrastando-o para fora d

e sua caixa. O lado que prefere a água fixa-se na água, carregando a sujeira com ela.

Quando invocamos a chama violeta, cria-se uma polaridade entre o núcleo do átomo e o núcleo de fogo branco da chama. O núcleo do átomo, sendo matéria, assume o pólo negativo; o núcleo de fogo branco da chama violeta, sendo esp

írito, assume o pólo positivo.
A interação entre o núcleo do átomo e da luz na chama violeta estabelece uma oscilação. Essa oscilação desaloja as densidades enredadas entre os elétrons que orbitam ao redor do núcleo. Assim que essa substância pesada que sobrecarrega o átomo se solta, é lançada na chama violeta e levada embora.
Mas, diversamente do sabão, a chama violeta não só envolve e remove os escombros; ela os transforma em pura energia de luz. Libertos dos escombros, os elétrons começam a mover-se livremente, elevando, portanto, a nossa vibração e propelindo-nos para um estado mais espiritual de ser.

 

As pessoas percebem uma diferença espiritual e física quando usam a chama violeta. Mas o que realmente acontece quando repetimos as palavras dos decretos de chama violeta?
Posso dar-lhe duas perspectivas a respeito – a perspectiva espiritual como me é revelada pelos Mestres Ascensos e a perspectiva científica, baseada em recentes desenvolvimentos na física e na medicina. Ambas a explanações envolvem o conceito de vibração.
Na física, vibração é a velocidade pela qual algo se move para frente e para trás, ou oscila. Conforme meu entendimento, num nível espiritual, a vibração é também o padrão de rotação dos elétrons conforme eles se movem ao redor do núcleo do átomo. Como veremos, essas definições podem não estar tão distanciadas.

Todos temos quatro corpos que envolvem a nossa alma: (1) o corpo físico, que podemos ver e tocar; (2) o de desejos, ou corpo astral, que contém nossas emoções; (3) o corpo mental, que é a nossa mente consciente; (4) o etérico, ou corpo de memória, que contém as memórias de todas as nossas vidas passadas. A chama violeta atua nesses quatros corpos, pela mudança do padrão de sua vibração.

Saint Germain nos deu o decreto de chama violeta:

“EU SOU um ser de fogo violeta! EU SOU a pureza que Deus deseja!”

Quando você recita esse e outros decretos de chama violeta, a chama violeta permeia cada célula e átomo de seu corpo, penetrando em sua mente, suas emoções, seu subconsciente e sua memória.
O que faz a chama violeta quando permeia os átomos? Os Mestres nos deram a seguinte explicação:

Todos sabemos que os átomos se constituem principalmente de espaços vazios. Se um átomo for do tamanho de uma bola de basquete, seu núcleo seria ainda muito pequeno para nossos olhos poderem enxergar. Entretanto, 99,9 por cento da massa do átomo está concentrada no núcleo, deixando o resto da bola de basquete com espaço vazio, habitado somente pelos elétrons, que pesam muito pouco. Todo aquele espaço entre o núcleo e a borda do átomo é onde a discórdia e as energias negativas podem se fixar.

No nível celular e molecular, essas substâncias parecem como poeira, fuligem, piche ou cimento. Os Mestres têm usado a ilustração de alguém pegando um balde de piche derretido e derramando sobre um barril cheio de mármores. Os espaços entre os mármores ficam grudentos com o piche escorrendo e logo toda a massa se solda.

 

Os Mestres contam-nos que, quando nossos corpos espiritual e físico se tornam obstruídos por energia negativa e pelo carma, diminui a vibração dos elétrons em nossos quatro corpos inferiores. Então começamos a ressonar mais com a negatividade e menos com a pura energia cósmica que vem da nossa Presença Divina e, eventualmente, podemos ficar doentes. Quanto mais substância houver em nossos quatro corpos inferiores, mais baixo o nosso padrão vibracional e mais sobrecarregados nos tornamos. Espiritualmente, esse é o motivo pelo qual as pessoas morrem..

Se você estudou acupuntura e yoga, sabe que a boa saúde vem quando a energia espiritual flui livremente através de nossos corpos. Quando a substância cármica se solidifica, é como se ocorresse o endurecimento de artérias em nossos corpos espirituais. Quando ressonamos com a negatividade, gradualmente nos tornamos nela a não ser que façamos algo para melhorar.
O fogo violeta transmuta qualquer coisa negativa onde quer que esteja alojada, no seu ser físico ou espiritual. Isso inclui tudo, desde as sementes do ódio a si próprio até o vírus físico. Quando a chama violeta atua, passa através dos espaços obstruídos entre os elétrons e o núcleo. Ela ejeta essas partículas de substância densa de seu corpo e as dissolve. Esse processo transmuta a energia negativa em energia positiva, restaurando a sua pureza inata.

Elizabeth Clare Prophet

Léa Cristina Ximenes
Terapeuta Holística Universalista

E-mail: ximenes.andrade@gmail.com
Skype: lea.seraphisbey
Telefone: (13) 3477 9813

Comente e compartilhe!

Dissemine as Luz!